Meu novo quebra cabeça e o dia em que perdi o meu TCC

Gente vou compartilhar aqui com vocês um deslize que cometi recentemente, que tem tudo a ver com o TCC! Para quem não sabe, eu sou apaixonada por quebra cabeças. Gostaria que o dia tivesse mais horas para que eu pudesse passar mais tempo estudando, ensinando, curtindo a família e quebrando a cabeça.

Comecei a montar um quebra cabeça nano de 500 peças. Espalhei as peças em cima da mesa e coloquei a caixinha dele JUNTO COM OUTRA CAIXA DE UM QUEBRA CABEÇAS JÁ MONTADO!!!! Olhem só o que fiz!!!! Como eu colo depois de montar, jogo as caixas no lixo. Aí sábado foi dia de faxina, e o que foi que eu fiz???? Simplesmente JOGUEI AS DUAS CAIXAS NO LIXO, UMA DELAS FOI ANTES DE MONTAR!!! Só fui perceber à noite, quando o marido olhou para o quebra cabeças e me perguntou: ué, onde está a caixa?

Nós fazemos muitas coisas no automático, hoje em dia somos bombardeados de informações por todos os lados, e isso nos sobrecarrega demais! Esse meu deslize me fez lembrar de quando escrevi o meu TCC, em 2003, e num dia em que tinha produzido muito o dia todo eu simplesmente perdi o arquivo no fim do dia! Não me lembro se foi algum erro na hora de salvar, só sei que fiquei com o arquivo do dia anterior! Pense numa pessoa que não parou de chorar…

A partir desse dia, o meu maior aprendizado foi a maneira de salvar os meus trabalhos. Meu orientador me acalmou e me explicou a melhor maneira de salvar: o SALVAR COMO!

Sempre, antes de iniciar qualquer modificação no seu arquivo, salve como um novo arquivo com um novo nome. Eu usava datas e horas ou datas e letras (ex: “tcc 15-09 17h15” ou “tcc 15-09 B”). Além disso, precisamos guardar nossos arquivos na nuvem! Hoje em dia temos mil ferramentas disponíveis, mas na época eu tinha o gmail, que aliás ainda uso (pela força do hábito e porque gosto muito). Você pode facilmente configurar uma pasta no seu computador para sincronizar automaticamente com programas como o Dropbox ou Onedrive, por exemplo, mas também pode enviar os arquivos para o Evernote ou para si mesmo por e-mail. O importante é ter uma cópia online, caso dê uma pane no seu PC (quem nunca passou por um bad block, que atire o primeiro TB).

O tempo já é curto, não podemos perder linhas ou páginas do TCC, não é mesmo?

E você, já perdeu algum arquivo importante? Como você faz para salvar de forma segura o seu trabalho? Conte aqui nos comentários e compartilhe para aquele seu amigo que ainda não usa a nuvem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *